BEM-VINDOS AO BLOG, VISITEM TAMBÉM AS MÍDIAS SOCIAIS DECORA INTERI

Lâmpadas Elétricas

Lâmpadas Elétricas

Olá Leitores, hoje vamos falar sobre lâmpadas elétricas.




    A iluminação é fator primordial em edificações, uma iluminação projetada tecnicamente proporcionará maior conforto e bem estar para pessoas dela compartilharem. Em instalações comerciais é um dos principais fatores de vendas, em instalações industriais relaciona-se diretamente com a produção e bem estar dos operários sem falar em ambientes como escritórios que a iluminação pode aumentar a produção e rendimento intelectual.





      Alguns padrões devem ser levados em consideração em um projeto de iluminação como :
-  Para cada atividade desenvolvida requer um tipo de iluminamento adequado, não conta somente a estética;
-  Limita-se o ofuscamento e brilho incômodo gerados por diversas lâmpadas colocadas em um só ambiente;
-  Deve haver uma luminância harmônica no ambiente;
-  Equilíbrio das sombras;
-  Temperatura de cor das lâmpadas no recinto.
  As lâmpadas elétricas dividem-de em:
- Lâmpadas incandescentes
- Lâmpadas de descarga



      As lâmpadas incandescentes foram a primeira luz artificial que nos possibilitou enxergar a noite. Thomas Edson quem a viabilizou comercialmente. Nas incandescentes há um filamento de tungstênio com espiral por onde passa a corrente elétrica.  A vida útil é de 1000 horas aproximadamente. Infelizmente nos dá mais calor do que luz, ou seja, 90% da energia de transforma em calor e apenas 10% em luz. Ainda utiliza-se este tipo de lâmpada quando não há alternativas mais econômicas na região ou em residências de baixa renda. A lâmpada gera uma luz quente com ótima reprodução de cores.


       As lâmpadas halógenas são as incandescentes turbinadas, pois têm o mesmo principio de funcionamento, porém são mais eficientes , produz uma luz mais brilhante com uma durabilidade quatro vezes maior que a incandescente.


        As lâmpadas fluorescentes  Não é mais só a corrente passando por uma resistência, tem-se a eletricidade passando pelo reator jogando assim, uma tensão acima do normal na lâmpada e dando partida na lâmpada. O reator também serve como limitador de corrente. A lâmpada gera uma luz fria
 Voltaremos a falar neste assunto nos próximos posts.