DECORA INTERI DICA DO MÊS

Materiais e Acabamentos 1: Rejunte

Vamos iniciar uma série de posts que trarão dicas para construir ou reformar.  Muitos fatores influenciam na hora de construir ou...

Flores no paisagismo

As flores são sempre muito bem-vindas em qualquer área da casa. Elas nos trazem sensação de bem estar e alegria. 



Vejam algumas dicas para você cultivar suas flores e mantê-las sempre belas.
Casa flor tem suas necessidades, mas uma coisa é comum a todas, a luz do sol. A flor precisa de sol para se desenvolver, no mínimo 6 h de sol ppr dia. Não encharque as raízes, mesmo durante o verão. Espere secar a terra para depois colocar mais água. As orquídeas são de um mundo à parte.  


A maioria são epífitas, isto é, crescem em troncos de árvores, não são cultivadas em terras e sim em casca de árvore, carvão mineral, isopor e outros. Logo também não as encharque, No inverno a cada dez dias e no verão dia sim dia não, checando o substrato, se este estiver úmido, não coloque mais água.



Lembre-se de trocar a planta de vaso caso as raízes comecem a sair para o lado de fora deste. Ela precisa de um vaso maior.
Higienizar bem os vasos, pois o acúmulo de poeira prejudica a planta.




Vamos ler como cuidar de algumas mais comumente cultivadas em vasos: 
( fonte: floresonline.com.br)

Violetas: originárias da Tanzânia e já possuem aproximadamente seis mil espécies catalogadas. Além disso, as violetas são muito susceptíveis a pragas e à variações na temperatura. Não molhe as folhas e a copa das violetas, pois elas podem vir a apodrecer, coloque apenas um pouco de água no pratinho do vaso.



Crisântemos: são originários da Ásia. Exigem cuidados como manutenção da temperatura (entre 18°C e 27°C), luz indireta, água de 2 a 3 vezes por semana e adubagem. É o grupo de plantas para flores mais comercializado no Brasil e o símbolo do Japão, o trono do imperador japonês é chamado de O Trono do Crisântemo.



Margaridas: teve origem em regiões do Hemisfério Norte. Elas devem ser regadas regularmente, mas sem exageros, e, de vez em quando, deve-se arrancar folhas e flores velhas para favorecer seu florescimento contínuo.



Antúrios: tiveram origem na América do Sul, e pode ser cultivada em todo o país. Quem deseja cultivar Antúrios fique tranquilo, é uma planta de fácil cultivo e não requer muitos cuidados, somente a escolha de um local sombreado, devido a ação prejudicial do sol.



Samambaias: tiveram origem a milhões de anos atrás, e seu nome vem do tupi e significa, “aquele que se torce em espiral”. A maior parte das espécies preferem ambientes sombreados. Samambaias também não gostam de alterações de lugar, pois elas acostumam-se com a luminosidade, temperatura e umidade local. Geralmente são cultivadas em xaxim, que retêm mais a umidade e permitem que as raízes respirem melhor.

Orquídeas: são anteriores ao homem, e vem acompanhando a evolução do mesmo esteve presente na Grécia Antiga, China, e foi disseminado o seu cultivo na época das Grandes Navegações.




Suas várias espécies possuem diferentes usos, desde a fabricação da baunilha até a fabricação de perfumes. Por possuir inúmeras espécies diferentes (aproximadamente 20.000 espécies) e de ambientes distintos não é possível apresentar cuidados básicos do seu cultivo, antes de tudo deve-se descobrir a que espécie pertence para, a partir daí, procurar os cuidados necessários a espécie em questão.



No geral, os cuidados para se cultivar flores em vasos variam de acordo com o tipo e a espécie de flor, cada espécie necessita de uma quantidade de luminosidade, umidade, temperatura, adubação. Antes de cultivar flores em vasos pesquise as características e necessidades de cada flor, e também os vários gêneros e espécies existentes.

MAIS VISITADAS !!