BEM-VINDOS AO BLOG, VISITEM TAMBÉM AS MÍDIAS SOCIAIS DECORA INTERI

Flores no paisagismo

As flores são sempre muito bem-vindas em qualquer área da casa. Elas nos trazem sensação de bem estar e alegria. 



Vejam algumas dicas para você cultivar suas flores e mantê-las sempre belas.
Casa flor tem suas necessidades, mas uma coisa é comum a todas, a luz do sol. A flor precisa de sol para se desenvolver, no mínimo 6 h de sol ppr dia. Não encharque as raízes, mesmo durante o verão. Espere secar a terra para depois colocar mais água. As orquídeas são de um mundo à parte.  


A maioria são epífitas, isto é, crescem em troncos de árvores, não são cultivadas em terras e sim em casca de árvore, carvão mineral, isopor e outros. Logo também não as encharque, No inverno a cada dez dias e no verão dia sim dia não, checando o substrato, se este estiver úmido, não coloque mais água.



Lembre-se de trocar a planta de vaso caso as raízes comecem a sair para o lado de fora deste. Ela precisa de um vaso maior.
Higienizar bem os vasos, pois o acúmulo de poeira prejudica a planta.




Vamos ler como cuidar de algumas mais comumente cultivadas em vasos: 
( fonte: floresonline.com.br)

Violetas: originárias da Tanzânia e já possuem aproximadamente seis mil espécies catalogadas. Além disso, as violetas são muito susceptíveis a pragas e à variações na temperatura. Não molhe as folhas e a copa das violetas, pois elas podem vir a apodrecer, coloque apenas um pouco de água no pratinho do vaso.



Crisântemos: são originários da Ásia. Exigem cuidados como manutenção da temperatura (entre 18°C e 27°C), luz indireta, água de 2 a 3 vezes por semana e adubagem. É o grupo de plantas para flores mais comercializado no Brasil e o símbolo do Japão, o trono do imperador japonês é chamado de O Trono do Crisântemo.



Margaridas: teve origem em regiões do Hemisfério Norte. Elas devem ser regadas regularmente, mas sem exageros, e, de vez em quando, deve-se arrancar folhas e flores velhas para favorecer seu florescimento contínuo.



Antúrios: tiveram origem na América do Sul, e pode ser cultivada em todo o país. Quem deseja cultivar Antúrios fique tranquilo, é uma planta de fácil cultivo e não requer muitos cuidados, somente a escolha de um local sombreado, devido a ação prejudicial do sol.



Samambaias: tiveram origem a milhões de anos atrás, e seu nome vem do tupi e significa, “aquele que se torce em espiral”. A maior parte das espécies preferem ambientes sombreados. Samambaias também não gostam de alterações de lugar, pois elas acostumam-se com a luminosidade, temperatura e umidade local. Geralmente são cultivadas em xaxim, que retêm mais a umidade e permitem que as raízes respirem melhor.

Orquídeas: são anteriores ao homem, e vem acompanhando a evolução do mesmo esteve presente na Grécia Antiga, China, e foi disseminado o seu cultivo na época das Grandes Navegações.




Suas várias espécies possuem diferentes usos, desde a fabricação da baunilha até a fabricação de perfumes. Por possuir inúmeras espécies diferentes (aproximadamente 20.000 espécies) e de ambientes distintos não é possível apresentar cuidados básicos do seu cultivo, antes de tudo deve-se descobrir a que espécie pertence para, a partir daí, procurar os cuidados necessários a espécie em questão.



No geral, os cuidados para se cultivar flores em vasos variam de acordo com o tipo e a espécie de flor, cada espécie necessita de uma quantidade de luminosidade, umidade, temperatura, adubação. Antes de cultivar flores em vasos pesquise as características e necessidades de cada flor, e também os vários gêneros e espécies existentes.