DECORA INTERI DICA DO MÊS

Materiais e Acabamentos 1: Rejunte

Vamos iniciar uma série de posts que trarão dicas para construir ou reformar.  Muitos fatores influenciam na hora de construir ou...

Cromoterapia

Energia em forma de luz !!!


Como começou a cromoterapia, quem a estudou primeiro ??

A cromoterapia é uma das terapias de bio-informação mais antigas do mundo. Existem registros do uso das cores para fins medicinais desde os antigos egípcios, babilônios, chineses, indianos e os gregos. No século XVIII o cientista alemão Johann Wolfgang Von Goethe pesquisou por quarenta anos os efeitos terapêuticos da luz, das cores.




Um dos precursores modernos dessa disciplina é o físico alemão Fritz Albert Popp (PhD), fundador do Instituto Internacional de Biofísica, que, com suas pesquisas, provou a existência de biofótons-partículas de luz que transmitem informações entre as células vivas. Seu trabalho mostra que uma célula armazena e libera fótons, que são partículas de luz, criando as emissões biofotônicas, que podem ser analisadas como um padrão para doenças ou para a saúde. A partir da premissa que as células humanas exibem suas propriedades de luz, e que essa luz e cor sofrem modificações no sistema de informação do corpo, estas podem ser utilizadas no auxílio da restauração da saúde. Essas terapias complementares buscam atingir o equilíbrio dinâmico do corpo usando estímulos não invasivos como as cores.

As terapias complementares não atuam contra as doenças, mas sim a favor da saúde. 

Para a cromoterapia não há contraindicação, fazendo parte da relação das principais terapias complementares reconhecidas pela Organização Mundial da Saúde - OMS, desde 1976.

As técnicas da cromoterapia  vem sendo utilizada há alguns anos,  por arquitetos e decoradores na decoração de ambientes. O banheiro é um exemplo. As cores vão desde os revestimento e pinturas até utilização de LEDS, lâmpadas coloridas, em chuveiros, banheiras SPA, etc.



Os chuveiros, banheiras já veem com a tecnologia de manter variações de cores. Todo o ambiente pode ser pensado com base nessa tecnologia, como já foi dito anteriormente, não há restrições. 



As principais doenças em que a cromoterapia é empregada são: insônia, ansiedade, nervosismo, dislexia, agressividade e outras mais.



Vejam a influência das cores em nosso dia-a-dia



Vermelho: estimula os nervos, a circulação do sangue, permite a liberação de adrenalina, é revigorante, energético e excitante.

Laranja: estimula o sistema respiratório a fixação do cálcio, aumenta o tônus sexual e proporciona o otimismo. Ajuda a remover repressões e inibições.


Amarelo: atua no sistema nervoso central e autônomo simpático, revitaliza os neurônios favorece o raciocínio e a memória, o autocontrole e o otimismo.

Verde: a cor da natureza, da paz, da harmonia. Age na pressão, no coração. Acalma trazendo um sentimento de renovação.


Azul: cor calmante e suavizante. Atua no sistema nervoso central, possui propriedades anti-sépticas, refrescante.


Índigo/Anil: cor anestésica, anti-inflamatória, anti-hemorrágica, e cicatrizante. Limpa as correntes psíquicas e estimula a intuição.

Violeta: aumenta o magnetismo sexual, atua de modo tranquilizante no sistema nervoso simpático. Efeito calmante no coração, purificados do sangue. Estimula o metabolismo e formação de hormônios. Efeito curativo.

Rosa: Cor que vibra amor, desejo e prazer. Enaltece a beleza feminina.


Branco: energiza todo o corpo. É a união de todas as cores.

Fonte: Revista Cores e Iluminação e dados da Federação Mundial Medicina Chinesa.





MAIS VISITADAS !!