BEM-VINDOS AO BLOG, VISITEM TAMBÉM AS MÍDIAS SOCIAIS DECORA INTERI

Cristais de Murano

A Lagoa de Veneza é uma lagoa do Mar Adriático ao norte ao longo da costa do Vêneto.




A superfície da lagoa é cerca de 550 km ², dos quais 8% são ocupados pela terra com muitas ilhas menores Veneza. 

Murano, a ilha mais famosa por causa dos caríssimos  trabalhos feitos em vidro, é, na minha opinião, a mais sem graça. É tudo muito industrial e voltado para o comércio do vidro.

O cristal Murano tem sido um famoso produto da ilha Veneziana de Murano por séculos. Localizado fora da costa de Veneza, Itália,como citado acima,  Murano foi um porto comercial a tanto tempo que fica entorno do século VII. Pelo século X se tornou uma conhecida cidade de comércio. Hoje, Murano permanece como destino para turistas e amantes de arte e de joalheria.




Acredita-se que as origens do vidro Murano remonta ao século IX, Roma, com significativas influências muçulmana e asiática, como Veneza era um porto comercial importante. contas multicoloridas (grânulos) foram usados na negociação com os asiáticos, africanos e vizinhos muçulmanos.


Trabalhado e colorido, verdadeiras obras de arte. Esse vidro trabalhado é conhecido por Murano. Murano, como já foi citado acima,  é o nome de uma ilha que fica próxima a Veneza na Itália,  e que,  por muitos anos, abrigou os artesãos que fabricavam os lindos cristais.

A maleabilidade do vidro e as mãos habilidosas dos artesãos proporcionam  um número sem fim de formas a serem moldadas, desde esculturas e vasos até delicadas contas que são utilizadas em joias e acessórios. Os cristais de fundem e se misturam entre si formando cores e tonalidades diversas.O cristal possui um alto teor de chumbo, o que facilita a produção de peças finas, pois o chumbo dá “liga” aos demais componentes químicos e faz com que o cristal seja mais “elástico”, por assim dizer, quando está quente e, consequentemente, mais fácil de manusear e de torná-lo fino. 



Como o vidro não possui esse alto teor de chumbo, fica difícil produzir um vidro fino, pois, sem a “liga”, o vidro se rompe facilmente quando trabalhado e é ai que a qualidade dos vidros de Murano se sobressai.




Outra coisa que valoriza os vidros de Murano é a coloração. Ainda segundo o meu amigo vendedor, colorir um vidro, como fazem em Murano, é uma arte e exige uma técnica adequada misteriosa, segredo de Estado, que passa de geração em geração.



Esse segredo é uma das razões pelas quais os vidros de Murano são produzidos em Murano: uma ilha que, antigamente, era de difícil acesso, e consequentemente, dificultava o acesso à informação sobre como o vidro era produzido.

Existe um  pingente mosaico, uma peça delicada que é feita a partir de bastões de murano de diversas cores(chamado de Murrine), que são cortados em pequenos discos, e ajeitados um a um dentro de uma estrutura de modo que fiquem um ao lado do outro, onde  após serem aquecidos se unem formando o pingente.

Murrine
Murrine são hastes finas ou bastões de vidro colorido. Fatias de Murrine se fundem muitas vezes chamado de “millefiori” ou “mil flores”, que deriva da variedade de estampas florais e formas geométricas presentes dentro da vareta de vidro. O uso de varas de Murino podem ser encontrados em bacias e vasos ao longo da história da Roma Antiga, fenícios e nos tempos de Alexandria.



COMO SÃO FEITOS OS MOSAICOS DOS PINGENTES DE MURANO?

Para criar um pingente, primeiro é necessário criar as varetas mencionadas acima. Cada vareta é feita de sílica e corantes químicos que criam um desenho intrincado ao aquecidos no forno. A haste é então reaquecida e esticada para gerar a forma transversal perfeita do desenho original.

Uma vez que a vara esfria, é cortada em pequenos discos. Essas seções de vários pequenos bastões ou “mil flores” são cortadas e, de modo artesanal e artisticamente colocadas em anéis metálicos de diferentes formas e tamanhos.

Esses projetos podem ser na forma de um coração, cruz ou círculo simples. Estas peças são então fundidos para formar o pingente. O mosaico é áspero ao sair do forno, eles são lizados e polidos para adquirir acabamento brilhante.A criação estará então completa quando enquadrada num cenário de ouro ou prata, transformando-a em uma joia valiosa. Cada pingente é criado à mão de forma que nenhuma jamais será idêntica. Quando você comprar um pingente de vidro de Murano, você saberá que estará recebendo uma joia exclusiva!




Fonte: vitabella.com/wikipedia.