DECORA INTERI DICA DO MÊS

Materiais e Acabamentos 1: Rejunte

Vamos iniciar uma série de posts que trarão dicas para construir ou reformar.  Muitos fatores influenciam na hora de construir ou...

Materiais e Acabamentos 2 : Pisos Laminados Certificados



Produzido pela indústria nacional, o piso laminado vem ganhando espaço no mercado de sistemas de revestimento. Esse desempenho está refletido nos números: entre 2007 e 

2016, a produção de piso laminado no Brasil cresceu 63%, atingindo a marca de 11,8 milhões de m² no último ano.




A matéria-prima do piso laminado tem origem no cultivo de árvores plantadas para fins produtivos – pinus e eucalipto – em um processo 100% sustentável, com ciclo de colheita e plantio renovável, sem qualquer relação com o desmatamento de florestas naturais. Estas plantações recuperam áreas degradadas previamente pela ação do homem e contribuem para a preservação da biodiversidade. 

O produto ainda é certificado por organizações independentes, como o Forest Stewardship Council (FSC) e o Programa Nacional de Certificação Florestal (Cerflor) – reconhecido internacionalmente pelo Program for the Endorsement of Forest Certification (PEFC) -, que garantem a procedência da matéria-prima utilizada.



 Ganhos com o piso laminado vão muito além do convencional

O incentivo à utilização deste tipo de revestimento ainda contribui diretamente com um desafio global: as mudanças climáticas. Os produtos derivados das árvores plantadas armazenam CO2, colaborando com a redução significativa deste gás na atmosfera, pois cada metro cúbico de madeira equivale a uma tonelada de carbono absorvida da atmosfera. O produto ainda é reciclável e pode ser usado na produção de energia de biomassa.


Os benefícios do piso laminado vão além de sua sustentabilidade, favorecendo tanto o empreendedor e o construtor, quanto o proprietário do imóvel. O produto possui sistema de revestimento de piso industrializado – incluindo régua, acessórios de instalação e acabamentos – e mão de obra qualificada.
A produtividade é alta, chegando a 50 m2 por equipe/dia e a perda de material é inferior a 5%.  Entre os principais diferenciais estão o custo reduzido – devido a sua praticidade e rapidez de instalação -, a qualidade, a durabilidade e o desempenho do material; além do conforto térmico e acústico, da beleza e da proteção antibacteriana.



Ao fazer a manutenção, o proprietário também evita gastos desnecessários, uma vez que, em caso de reformas, não há necessidade dos tradicionais “quebra-quebra” e do acúmulo de entulho, poupando custos com mão de obra. A limpeza cotidiana é realizada apenas com um pano úmido, contribuindo para a economia na conta de água do imóvel. E os pisos laminados com encaixe tipo “click” dispensam o uso de cola em casos de mudanças, permitindo que o consumidor possa levar o piso para a nova residência.  Fonte: GWA Comunicação Integrada / Paulo Mathias

MAIS VISITADAS !!