BEM-VINDOS AO BLOG, VISITEM TAMBÉM AS MÍDIAS SOCIAIS DECORA INTERI

Árvores nas calçadas I





Na escolha das espécies, é importante consultar o Departamento de Meio Ambiente das prefeituras ou um profissional especializado. A arborização é bastante presente nos projetos do arquiteto paisagista nas áreas comuns de edifícios corporativos, condomínios residenciais, loteamentos, hotéis e flats, etc. 





1) Quais são os critérios para a escolha de espécies que vão compor a fachada (frente) de uma casa? 

A arborização é fundamental na qualidade de vida das pessoas, ela contribui na melhora da ventilação e sombreamento mantendo a temperatura constante durante o dia e a noite. Copas mais densas proporcionam maior sombreamento e permeáveis permitem a maior passagem de luz. É importante determinar o local correto do plantio, que deve ser realizado preferencialmente na faixa de serviço (espaço da calçada de no mínimo 0,70 m onde podem ser colocados os mobiliários urbanos, dentre árvores, rampas de acesso para pessoas com deficiência, poste de iluminação, sinalização de trânsito, bancos, floreiras, telefones, caixas de correio e lixeiras) de modo que não interfira na passagem de pedestres, entrada e saída de veículos e que respeite postes e fiações (como exemplo, recomenda-se que uma árvore de pequeno porte seja plantada a, no mínimo, 3 metros de um poste). Onde houver fiação, recomenda-se o plantio de árvores de pequeno porte. 


Na hora de escolher as espécies para arborizar os passeios, também é fundamental considerar as questões estéticas relacionadas ao porte, à forma da copa, à caducifoliedade (queda de folhas de certas plantas em uma determinada estação do ano, geralmente nos meses mais frios), à floração e até às raízes, que podem levantar e destruir pisos, muros e construções. Também é importante verificar origem e adaptabilidade das espécies às condições de solo e clima. Quanto ao local para plantio de árvores nas calçadas, a arborização, como já mencionado, se acomoda melhor ao longo da faixa de serviço, onde as raízes ficam distantes de cercas e muros, não abalando suas estruturas. 
Além disso, mais importante do que termos árvores plantadas isoladamente, a harmonia do conjunto é algo que valoriza as cidades. As ruas consideradas as mais bonitas do mundo geralmente são as mais arborizadas, com a formação de verdadeiros túneis verdes, o que atrai pássaros e abafa os ruídos do ambiente urbano. 



2) Quais as plantas e, principalmente, árvores mais indicadas? Por quê? 

A priori, algumas espécies de árvores indicadas para plantio sob a fiação são pata de vaca, urucum, aroeira mansa, sena aleluia, quaresmeira, manacá e angelim, entre outras. 








Em passeios mais estreitos, são recomendadas espécies arbustivas especialmente preparadas por viveiros, que as podam no formato de pequenas árvores. 


São exemplos: hibiscos, malvaviscus, murtas e rosedás. 

É importante destacar, contudo, que a indicação irá variar conforme todos os critérios já citados na resposta da pergunta 1. Assim, é recomendável contatar o Departamento de Meio Ambiente da prefeitura local ou um profissional especializado. 

3) As árvores frutíferas são indicadas? Suas raízes podem danificar a calçada? Quais as espécies indicadas? 

Frutíferas são bem-vindas além de atrair pássaros, mas devem ser tomados cuidados quanto ao tamanho da fruta. Mangueiras, jaqueiras e abacateiros, por exemplo, produzem frutos enormes que podem amassar carros e cair sobre pedestres. Nesse caso, pitangueiras, uvaias e cerejeiras selvagens, por produzirem pequenos frutos, são boas alternativas para passeios. 

Fonte: Secretaria do Verde e Meio Ambiente de SP