BEM-VINDOS AO BLOG, VISITEM TAMBÉM AS MÍDIAS SOCIAIS DECORA INTERI

Topiária



A topiaria é tão antiga quanto a própria arte da jardinagem, ainda que a primeira designe a atividade de dar formas artísticas às plantas, sobretudo o buxinho (Buxus sempervirens), mediante corte com tesouras de podar. Para conseguir "esculpir" uma planta é preciso, às vezes, esperar vários anos de intervenções que consistem de variadas técnicas, entre elas a utilização de estacas e armações para guiar o crescimento e obter as formas que seriam impossíveis de outra maneira.


já ouviu falar em Topiária? Topiária (ou Topiaria) é a arte de podar ou cortar plantas com o objetivo de conseguir proporcionar formas esculturais às plantas, a palavra é oriunda do Latim “topiarius” e pode significar “jardineiro, jardinagem ou paisagismo”.


 A arte da Topiária, ou jardinagem artística, é muito antiga, e já era praticada em antigas civilizações. 




Presente na Roma antiga, a prática da Topiaria foi difundida em toda Europa na Era Medieval, e ganhou grandes adeptos durante o Renascimento; período onde  jardins de famosos castelos, mosteiros e conventos, apresentavam a arte da poda artística em suas plantas.



A técnica de topiária exige uma pessoa especializada para se conseguir o objetivo pretendido, já que nem toda planta ou árvore “aceita” este método de poda, e algumas espécies necessitam de cuidados especiais, o que pode ocasionar alguma dificuldade em se atingir a forma que se pretende.



Existem algumas espécies propensas a aceitar este tipo de poda como por exemplo os tuias, o cipreste, o buxo, a azaleia, o oleagno, o ficus e a murta. A prática da Topiária também é aplicada em Bonsais, sempre seguindo as indicações técnicas de cuidados e poda que cada espécie de planta necessita. É importante saber que para que se atinja o efeito desejado, é necessário que a planta passe por podas frequentes desde quando ainda é uma planta pequenina, para que desta forma “aceite” ser “podada e manipulada” de forma a crescer de acordo com o intuito do jardineiro ou do cuidador do jardim.



Muitos jardins têm plantas em formas geométricas, abstratas e até mesmo em forma de animais e pessoas, tudo conseguido graças as técnicas de topiaria. A Topiária acabou sendo inserida também no artesanato de alguns países, sendo apresentada em formas de pequenos vasos com flores artificiais quase sempre em forma arredondada feitas de diversos materiais como papel, E.V.A, feltro, ou até mesmo apresentada com confeitos, rebuçados e outros tipos de adornos.




A Topiária tem sido até hoje utilizada na manutenção de grandes jardins de lugares como o Palácio de Versailles em França,  criado por em 1662 por André Le Nôtre, maior paisagista do período barroco francês. Outros locais como o Jardim botânico do Funchal ou os jardins do Château de Villandry, também em França, têm seus jardins podados (e cultivados) com a técnica da Topiária!Fonte: texto; blogdasflores.com