BEM-VINDOS AO BLOG, VISITEM TAMBÉM AS MÍDIAS SOCIAIS DECORA INTERI

Paisagismo e acessibilidade

Acessibilidade no Jardim.



A necessidade de se planejar o piso, móveis, plantas e rampas para que o cadeirante circule com segurança.

em primeiro lugar vale ressaltar a obrigatoriedade de seguir a norna NBR9050.
Os pisos devem ser os antiderrapantes. Os pisos com as pedras mais porosas sem brilho é o ideal. O piso de pedra natural travertino ou o piso fulgê muito poroso. 



Outro cuidado é o nivelamento do piso, para não atrapalhar a locomoção do cadeirante. O mais nivelado e sem curvaturas .

Os móveis devem ser colocados de modo a não atrapalharem a circulação, deixando o centro livre, com lugar para acomodar a cadeira de rodas. Caso o cadeirante vá se transferir para o móvel, este deve ter 46 cm de altura.





Cuidado para não se adquirir móveis muito baixos e desconfortáveis.

horta suspensa
As plantas escolhidas para compor o jardim não podem atrapalhar a circulação não ter espinhos ou folhas cortantes ou pontiagudas, que podem machucar as pessoas. Devem ser escolhidos os arbustos com altura média em fase adulta para ser apreciada ao alcance das mãos. Evitar plantas baixar e com grande volume para não atrapalhar a circulação e machucar o rosto dos cadeirantes.
Construa hortas e jardineiras suspensas e sem nada embaixo, ou seja, vazada, para a cadeira encaixar embaixo da horta ou jardineira.



Um jardim sensorial seria de muito bom gosto com as mais variadas texturas, cores, cheiros etc.

Sempre colocar rampas ( inclinação de 10% da altura) no lugar de escadas, parece óbvio, mas não é o que ocorre em certos jardins e praças públicos.