BEM-VINDOS AO BLOG, VISITEM TAMBÉM AS MÍDIAS SOCIAIS DECORA INTERI

Adegas

Dicas de como montar uma adega e preservar o aroma e sabor dos vinhos




Além de armazenar os vinhos em ambiente climatizado, o espaço pode se tornar conveniente para degustar a bebida em companhia de outras pessoas. 

As primeiras adegas surgiram na Roma antiga. Os vinhos eram enterrados em grandes ânforas de barro para que o solo os protegesse das variações de temperatura. Com o passar do tempo, o conceito evoluiu e  hoje há adegas climatizadas onde tudo pode ser controlado. Segundo enólogos a adega é um único jeito de conservar um bom vinho que, conforme envelhece, sofre complexas reações dentro da garrafa.

Como regra geral, as garrafas devem ficar na posição horizontal ou diagonal , desde que a rolha permaneça umedecida, evitando que o ar entre e oxide o vinho.




Também é importante criar recursos para que a temperatura ambiente não sofra variações bruscas de temperatura sendo mantida entre 13 e 18 graus e a umidade deve estar entre 50% e 70%.





Deve se evitar luminosidade e vibrações que atrapalham o descanso da bebida. O local deve estar livre de odores, mesmo os agradáveis, estes podem penetrar na garrafa e alterar o sabor da bebida.

Manter distante café e qualquer substância que exale cheiros fortes.

A adega deve ter iluminação indireta.




A adega deve ser instalada no local mais frio da casa, de preferência no subsolo. o cômodo deve ser tratado para evitar a umidade e calor do teto e do piso. Este isolamento é feito por empresas especializadas.

Outra solução é instalar um climatizador uma espécie de ar condicionado especial para adegas. Nunca instale aparelhos de ar condicionado comuns, pois estes tiram a umidade do ar, ressecam as rolhas e oxidam os vinhos.



Quem carece de espaço para montar uma adega, poderá resolver o problema mandando fazer um armário especialmente para este fim. 

As adegas elétricas climatizadas são também ideais para pequenas áreas. Podem ser instaladas em qualquer local da casa a funcionam até como elemento decorativo com acabamentos sensacionais.

Aproveitando espaços

A dimensão das adegas e a quantidade de garrafas variam conforme os hábitos de consumo de cada pessoa.  Antes de comprar um grande estoque lembre-se: os vinhos tintos ficam melhores ao envelhecerem, já os brancos e espumantes, devem ser consumidos em poucos meses. 

Uma adega deve ser formado por vinhos de origens e uvas diferentes.




As prateleiras podem ser de madeira, ferro ou cerâmica, desde que sejam vazadas par permitir a circulação de ar. O ideal é um quadriculado inclinado a 45 graus com quadrados mais ou menos 30 cm. Nichos de madeira também são muito bem aceitos.

Uma forma bastante interessante e em estilo rústico é criar uma adega com lajotas, de construção, em formato de colmeias, umas sobres as outras.




O espaço para degustação deverá possuir uma porta que a isole da área onde estão as garrafas, para evitar a troca de calor entre os ambientes, deve ter também uma mesa de apoio com uma luminária com iluminação fria, para não alterar a temperatura, nichos, bancos ou cadeiras, televisão e outras comodidades que você pretenda oferecer a seus convidados.