BEM-VINDOS AO BLOG, VISITEM TAMBÉM AS MÍDIAS SOCIAIS DECORA INTERI

Sustentabilidade: cortiça e bambu

A CORTIÇA

Opções de piso de cortiça

 O piso de cortiça é extremamente macio porque é feito de pequenas bolsas de ar comprimido. As bolsas de ar se mantêm com o tempo. Então, se o piso amassar, ele acabará retornando à posição normal. A cortiça também absorve ruídos e oferece um bom isolamento térmico. Ela tem uma boa resistência à água, fazendo dela uma boa opção para cozinhas e banheiros. Com os devidos cuidados, a cortiça pode durar de quatro a cinco vezes mais do que um piso vinílico. fonte: Build it Green 



Comparada em custo com os pisos de madeira, a cortiça é um dos pisos mais fáceis para a auto-instalação, sobretudo os ladrilhos de cortiça que são encaixados. O material esponjoso também pode fazer você flutuar no ar por ele ser amigo do meio-ambiente. Ela é extraída da casca do carvalho sem danificar a árvore e a casca se regenera sozinha.



O aglomerado de cortiça, em placas com diferentes tamanhos, espessuras e acabamentos – parquet, ladrilhos, linóleos, piso flutuante - , nas cores originais ou não, é o material ideal para os pavimentos. Independente ou associado a placas de diversas dimensões, torna-se numa das peças mais requisitadas pela arquitetura e decoração.






Os pavimentos de cortiça são silenciosos, quentes, confortáveis, de fácil limpeza e excepcionalmente resistentes. Para edifícios públicos tais como escolas, hospitais, lojas, escritórios, museus, bibliotecas, gares de aeroportos, hotéis e restaurantes, revelam-se uma escolha de grande eficácia e economia. Em casa são apropriados para todas as divisões, da casa de banho à cozinha, ou aos quartos e salas, onde a durabilidade e a componente estética são essenciais. 



A resiliência da cortiça faz com que estes revestimentos aliviem a tensão nas articulações e coluna, sendo agradáveis ao toque, mesmo com os pés descalços. Também não retêm a sujidade e reduzem os ruídos de impacte ao caminhar.
As mesmas propriedades são extensíveis aos revestimentos de paredes e tectos, pois as placas de cortiça são versáteis e fáceis de instalar.

Fonte: A Associação Portuguesa de Cortiça (APCOR) .
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O BAMBU






Econômico e ecológico, seu uso vai de cercas e telhas aos pisos de última geração. Muito durável (cerca de oito anos em locais abertos, onde deve receber a proteção de verniz com filtro solar), requer tratamento prévio para aumentar sua resistência:

Curiosidades:



Aos três anos, o bambu está maduro para ser cortado. Diz a crença popular que deve ser colhido nos meses secos (maio, junho, julho e agosto) ou na lua minguante, quando sua seiva seca e ele se torna menos atraente aos insetos;

Depois da colheita, a limpeza: os galhos devem ser cortados com uma serrilha, para não lascar;

Eles devem ser lavados com pano embebido em uma mistura de cloro (200ml) e água (1 litro);



Para secar, deve-se usar um maçarico a gás (GLP), com movimentos de vaivém, o que evita que o bambu esquente e estoure;

Depois de secos e dispostos em um estaleiro, os feixes são irrigados com veneno e cobertos com plástico por quinze dias.



O bambu é um material rústico  e que valoriza a preocupação com a sustentabilidade. O seu uso na estética residencial se torna perfeito se a intenção for criar ambientes naturais, elegantes e harmônicos.

O bambu começou a ser usado para confeccionar cortinas no Japão e em outras partes da Ásia. O acessório, no entanto, venceu o tempo e se tornou um item atemporal nas casas de todo o mundo.




As cortinas de bambu  transformam a decoração com muito bom gosto e criatividade. Elas são capazes de brincar com diferentes texturas, cores e formatos, sem é claro perder o compromisso com a rusticidade.

Uma vantagem da cortina de bambu é que ela possui ótimo custo-benefício. No entanto, para resistir à exposição ao sol, umidade e insetos, é importante que o material receba o tratamento químico adequado.



A decoração com cortinas de bambu pode estar presente em todos os ambientes da casa, incluindo a sala de estar, o banheiro, o quarto e a cozinha. Em todas as composições a peça contribui com a proposta de aconchego e sofisticação.



As cortinas com varetas de bambu são fáceis de instalar e limpar. O manuseio para ‘abrir e fechar’ não oferece dificuldades e permite adaptar o produto que veste às janelas a necessidade do morador.

Fonte: Revista Arquitetura & Construção