BEM-VINDOS AO BLOG, VISITEM TAMBÉM AS MÍDIAS SOCIAIS DECORA INTERI

Jardins Verticais Internos ou Varandas



Abaixo, algumas sugestões de plantas para jardins verticais:













Plantas para locais com sol pleno, caso estiver na varanda ou terraço:

Flor-canhota
Hera-inglesa
Jibóia
Lambari-roxo
Russélia
Aspargo
Liríope
Tilândsia






Plantas para locais semi-sombreados (internos ou externos):
Jibóia
Samambaia
Aspargo
Antúrio
Columéia
Ripsális
Flor-batom
Flor-de-maio
Rabo-de-burro
Rabo-de-gato
Singônio
Babosa-de-pau
Chifre-de-veado
Guzmania

O jardim vertical pede uma boa drenagem.



Pode-se optar também por jardins feitos apenas com vasinhos com plantas espalhados por pequenas armações de madeira entrelaçada nas paredes ou muros, recomendado para quem deseja mais praticidade.


Colocados em locais com grande circulação darão um charme e sofisticação.

Leve sempre em consideração, na escolha das plantas, à disponibilidade de água e a frequência de irrigação possível





Precisamos saber que um jardim vertical típico não comporta plantas com grandes raízes ou com raízes agressivas. Pois estas além de não terem espaço para crescer, ainda podem acabar danificando a estrutura de suporte. Outro motivo para se evitar grandes raízes, incluindo árvores e arbustos é o peso demasiado da planta e do substrato correspondente sobre a estrutura. Mas, nada impede que se crie um jardim com árvores e arbustos, a questão é que esta escolha deve ser feita antes mesmo da construção do prédio, para que se calcule adequadamente a carga a mais que essas plantas vão adicionar.




Outro fator que deve ser levado em consideração é a incidência de ventos e luz solar direta. Em jardins verticais localizados em fachadas de prédios por exemplo, o sol e os ventos intensos podem ser impeditivos para muitas espécies. Assim, deve-se evitar plantas com grande necessidade de água, como também plantas com folhagem macia e delicada. No entanto, jardins verticais protegidos e em locais semi-sombreados permitem espécies que não se adaptariam às condições anteriores.




As plantas também devem ser de fácil manutenção . Do contrário, o jardim demandará manutenção constante, o que é contrário aos princípios de sustentabilidade que andam junto com os jardins verticais. No entanto, há uma situação em especial que pede jardins verticais com plantas anuais, aqueles destinados à cultura de plantas hortícolas, sendo estas, sem sua grande maioria plantas anuais.



Para obtermos um jardim vertical bem denso , de forma que a estrutura não apareça, deve-se escolher plantas pendentes a semi-pendentes, ou com folhagem prostrada a arqueada. Sempre tendo em mente espécies bem cheias, com ramos ou folhas que saem da base.



Leve sempre em consideração, na escolha das plantas, à disponibilidade de água e a frequência de irrigação possível.. Fonte texto: Revista Natureza